28 de março de 2017

Desabafo

Estou cansado e não vivi nem metade do que deveria para estar assim. Me sinto na necessidade de me acostumar com as frustrações, e sempre esperar um tropeço ou uma falta. O que me resta são sonhos, mas não consigo aproveitá-los. Imagino situações perfeitas, vitórias e acertos, mas parece ser um privilégio que só posso ter na imaginação. É pecado sentir inveja, mas eu sinto. Quando se pisa em terra seca, qualquer grama é maravilhosa. As lágrimas correm o meu rosto com navalhas cegas, sinto ódio de algo que não sei, mas conheço bem. Não quero dormir e nem acordar. Faço votos de silêncio e sufoco minha alma. Me sinto melhor, quero ser melhor, sou um fodido orgulhoso. Chega.

- Gabriel Marins